Meu nobre rapaz

large (1)

  Meu nobre rapaz, escrevo porque o tempo tem passado mais depressa do que deveria e  começo a sentir uma falta angustiante de ti. És um anjo, que apareceu sorrateiramente em minha vida e partiu nas horas escuras sem oferecer – me a menor explicação. És um viajante alegre, um livre cavalheiro, um rapaz encantador . Mas cometestes um grande erro, deixar uma delicada donzela sem um mínimo adeus. Isso tira de ti, longos dias de admiração, pois faz sofrer que desejou ser tua liberdade. Sei que o mundo te chama, e que jamais poderei acompanha – lo,  mas nosso pequeno romance merecia ao menos outro fim, que demonstra – se o mínimo de consideração por tua parte. Se ao menos nossos olhos tivessem se encontrado uma última vez, talvez fosse possível convence-lo a ficar, mas não permitiu a nos dois essa última chance.

  Não posso dizer que choro por ti. Sinto o mundo de um jeito diferente, sabes bem, incapaz de me apegar a sentimentos que sei, são passageiros, mas faço-me feliz, por serem intensos.

  A partir de agora, fica claro, os caminhos trilhados serão opostos, mas se voltar a minha humilde terra, permita – me recebe – lo.  Essa carta já não existirá, e nosso amor será uma lembrança a mais no tempo, mas sirvo – lhe um café e conversamos, como dois amigos íntimos.

Tayna Bravin

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s