Eu Quero Mais

Usada (31)

   O mundo gira, mais rápido do que eu consigo acompanhar, o tempo passa, e permaneço aqui, rodeada de mistérios pequenos, tão fáceis de decifrar. Todos nós, preferimos a duvida, a emoção imaginaria, um eterno ciclo, um caminho sem volta, chame como quiser, mas a verdade, é que estamos presos, presos em nossas mentes, em mundos pequenos.

   Não observamos, toda essa dimensão a nossa volta, e quando ela se aproxima, a transformamos em monstros, como aqueles, que moravam em baixo de nossa cama, e assim, matamos nossas poucas oportunidades.

   Mentes brilhantes, precisando de algum choque, daqueles de realidade, realidade inventada, por olhos que nunca se arriscaram. Vidas seguras, empregos pequenos, problemas normais, o que pode dar errado, é comum, testado e comprovado.

   Mas me recuso, não compro essa ideia, não me atrevo a sonhar pequeno e não espero acontecer. Me entrego, quero o melhor, o maior e o mais bonito, de qualquer futuro que escolha, porque posso, e posso porque desejo, e desejo pela certeza de que sou capaz.

   Ainda ei de mudar muito, mas não como julga a sociedade, já não seria eu, estaria morta como todos os outros, e em meu corpo, alguma espécie de robô criado para servir. Não me entregarei a uma morte tão lenta, pois qualquer mundo que eu crie, é melhor que esse conformismo medonho.

Não julgo suas crenças, só essa mania de deixar que ela resolva problemas humanos.

Tayná Bravin

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s