Mau Rapaz

HomensSenhorita (6)
Meu Mau Rapaz

    Ele surgiu, sorrateiro, lendo meus pensamentos. Quem pensa que é, me decifrando assim, desvendando meus mistérios pelo olhar. Tão igual a mim, semelhanças que chegam a assustar. Quem vê de fora, não entende, o que aquele olhar é capaz de causar. Tantas palavras, confundem-me, calando-me, surpreendendo-me.
    Mas quem é ele, os mesmo gostos, os mesmos passatempos e os mesmos pensamentos, igual a mim, tão igual que chego a acreditar que o conheço, cada palavra, cada frase, cada gosto. És incrível. Fazes piada de tudo, mas no fundo, se fores como eu, tem sentimentos sérios guardados ao fundo do peito.
    Disseste que sou perigosa, e meu perigo está no olhar, que não me entregam, mas me denunciam. Sou sorrateira, e percebo em ti boas doses de liberdade, liberdade que me atrai, que me desafia. Pois somos iguais, meu mau rapaz.

Tayná Bravin

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s