É Tarde Demais

CasaisSenhorita (3)
É Tarde Demais

    
    Mas ele não entendia, do que eu era feita, aquele rapaz inocente fechava os olhos para todas as feridas que tenho, todas as cicatrizes que levo no peito, cravadas em mim pela dor e pelo medo. Ele não entendia que tudo aquilo, fazia parte de mim, não como um passado, mas parte de uma formula que me tornou quem sou. Jamais poderei mudar, é tarde demais para qualquer outra história, esta é a minha, e ele deve manter-se longe. 

    Eu sou um perigo, que ele não precisa correr, não posso protejo-lo dos meus monstros, não tão perto. O mantenho distante, e ele corre para mim, fecho os olhos para não ver ele ganhando pouco a pouco marcas como as minhas.  A meu bom rapaz, corra para longe, não aprenda a amar minhas graves imperfeições, ela machucam, por isso são parte de mim.
Tayná Bravin
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s